Teatro de fantoches

PITU, MEU CACHORRINHO.

(Entra em cena a malvada bruxa MAU-MAU, cantarolando sem parar):

__ Eu sou a bruxa Mau-Mau,
Mau-mau
Pego criancinhas pra fazer mingau
Mingau,
Eu sou a bruxa Mau-Mau,
Mau-mau
Só gosto de fazer o mal,
O mal.
De repente, conta sua vida( para a plateia): (Narrador/a)
__Sabem, eu era bem boazinha, muito boazinha. Aí um dia, um menino me roubou meu pirulitão que era bem grandão e gostosão! Então eu joguei uma praga desse tamanhão ( faz gestos) em cima dele, e ele virou sapo.
Há, há, há, há....
Um sapo tão feio, que até eu fiquei com medo, mas como bruxa malvada não tem medo, eu dei um pontapé nele e ele foi embora.
E agora, menino ou menina, eu faço virar sapo, a não ser que me dê um pirulitão bem grandão que eu gosto tanto, senão.... vira sapão!
(Começa a cantarolar novamente):
__Eu sou muito má, muito má
Vou te virar num sapão
Depois vou fazer você comer
Um pedação de sabão
Pra sujar seu dentão
Você vai virar sapo
E ficar feio assim, você vai virar sapo, porquê?
Por que?????
Não deu pirulito pra mim.
(Ao fim da música, batem a porta e ela vai atender ainda cantarolando).

(Entra em cena o Palhacinho Pim-Pim, carregando numa cordinha seu cachorrinho Pitú).

__Oi dona bruxa Mau-Mau. Será que a senhora tem alguma coisa gostosa pra gente comer?
Dona Bruxa:
__ Entra logo palhacinho, que vou ver se tem um restinho de asas de m orcego pra vocês comerem. ( Ah, ah, vou transformá-los num pirulitão só!!!! ( diz pra a platéia fazendo gestos de maldade) Entre, entre logo.
Palhaço Pim-Pim:
__Asas de morcego???Será que não teria um franguinho assado?
Afinal, estamos com fome, não é Pitú?
Bruxa Mau-Mau:
Cararu, camaru
Vamos fazer voltar a ser cachorro
Nosso querido Pitú.
Fada Beijinho:
__Agora vamos Pim-Pim, abra a caixa com muita fé e muito amor e pegue o Pitú.
Quando Pitú abre a caixa, retira ainda o linguição e começa a chorar desesperado.
Fada Beijinho:
__O que será que deu errado?
Ah... já sei...eu acho que vocês não repetiram minhas palavras com muita fé, e como não podemos desanimar, vamos tentar de novo.
Mas agora, todos deverão repetir comigo bem forte!!!(fala para a plateia)
Alador do Amor
Sparade da amizade
Spulinho meu amiguinho
Alabão seu linguição
Cararu, camaru
Vamos fazer voltar a ser cachorro
Nosso querido Pitú.

Pim-Pim abre a caixa meio choroso e grita de alegria! Pegfando seu cachorrinho Pitú.
Palhaço Pim-Pim:
__Pitú meu amigão, que saudades de você! Que bom dona Fada, você salvou meu amiguinho, como posso lhe agradecer?
Fada Beijinho:
Amim você não precisa agradecer, mas às criancinhas, que tal cantarmos uma musiquinha final para elas?
Palhaço Pim-Pim:
Esperem, esperem! Nós não vamos castigar a bruxa malvada?
Fada Beijinho:
Não Pim-Pim, nós não vamos castigá-la, afinal,você quer maior castigo do que não ter amigo???
Vamos, vamos cantar....

Cararu, camaru
Vamos fazer voltar a ser cachorro
Nosso querido Pitú.
Fada Beijinho:
__Agora vamos Pim-Pim, abra a caixa com muita fé e muito amor e pegue o Pitú.
Quando Pitú abre a caixa, retira ainda o linguição e começa a chorar desesperado.
Fada Beijinho:
__O que será que deu errado?
Ah... já sei...eu acho que vocês não repetiram minhas palavras com muita fé, e como não podemos desanimar, vamos tentar de novo.
Mas agora, todos deverão repetir comigo bem forte!!!(fala para a plateia)
Alador do Amor
Sparade da amizade
Spulinho meu amiguinho
Alabão seu linguição
Cararu, camaru
Vamos fazer voltar a ser cachorro
Nosso querido Pitú.

Pim-Pim abre a caixa meio choroso e grita de alegria! Pegfando seu cachorrinho Pitú.
Palhaço Pim-Pim:
__Pitú meu amigão, que saudades de você! Que bom dona Fada, você salvou meu amiguinho, como posso lhe agradecer?
Fada Beijinho:
Amim você não precisa agradecer, mas às criancinhas, que tal cantarmos uma musiquinha final para elas?
Palhaço Pim-Pim:
Esperem, esperem! Nós não vamos castigar a bruxa malvada?
Fada Beijinho:
Não Pim-Pim, nós não vamos castigá-la, afinal,você quer maior castigo do que não ter amigo???
Vamos, vamos cantar....


 



1 comentário:

Beatriz Rodrigues Delgado. disse...

Querida Sil,parabéns pela divulgação do blog na revista, vc merece!
Peço a gentileza de vc postar novamente a peça: "Pitu, meu cachorro", porque adaptei domingo a noite, após chegar do hospital com meu filho que tinha sido operado, e não vi que ficou faltando uma parte. Hoje, já corrigi e postei novamente. Agradeço de coração!
Bjs!!!!