Iniciação à matemática

Fazer com que as crianças desenvolvam, com conhecimentos matemáticos, algumas habilidades, como criatividade, iniciativa pessoal, capacidade de trabalhar em grupos e resolver problemas, técnicas para abordar e trabalhar problemas, não é uma tarefa fácil. É preciso ter conhecimento e didática. Hoje encontramos alunos chegando ao ensino médio sem ter desenvolvido o mínimo raciocínio matemático. E isso é de responsabilidade da má alfabetização matemática que é iniciada na pré-escola.

Veja na relação abaixo algumas dicas de como promover na criança, desde a Pré-Escola, o interesse pela matemática.

É muito importante ressaltar que o professor deve ter sempre muito cuidado com os limites, com a realidade das crianças que ele estiver lidando, compreendendo as suas dificuldades e superações.

• A Pré-Escola da à criança a oportunidade de ter contato com jogos, brinquedos, modelagem, manuseio de pauzinhos, caixas, etc. É com essas atividades em abundância que as crianças terão a oportunidade de desenvolver os primeiros passos para o conhecimento matemático. A criança que tem na sua infância um contanto maior com esse tipo de atividade com certeza terá no decorrer da sua vida um interesse maior pela matemática.
• A professora dever dar à criança a oportunidade de observar e comentar (dar a sua opinião) sobre tudo que a rodeia, contando, comparando, medindo.
• A professora deve aproveitar situações reais (que poderão ser observadas pelas crianças) para a iniciação matemática, pois crianças nessa faixa etária possuem uma excelente memória.
• É interessante que a professora ensine músicas envolvendo assuntos matemáticos e narre contos matemáticos.
• A Professora, para dar conhecimentos numéricos, poderá dar exercícios como contar as rodas do automóvel, da carroça, as pernas da galinha, as patas do cavalo, etc.
• A professora deve relacionar os números com coisas conhecidas da criança, a fim de auxiliar a formação de idéia geral.
• Na pré-escola a professora deve limitar seus ensinamentos à primeira dezena e em pequenos grupos de crianças.
• Brincar com pequenos recipientes plásticos, contendo líquidos dentro, ajuda a compreender o que é volume.
• A medida de tempo e espaço não deve ser esquecida.
• Para esses ensinamentos deve ser levada em conta a capacidade da criança.
Quando uma criança é alfabetizada matematicamente com qualidade, a probabilidade de possuir um interesse pela disciplina, ou pelo menos não possuir erros e dificuldades gritantes, é bem maior.


Por Danielle de Miranda
Graduada em Matemática
Equipe Brasil Escola


1 comentário:

Clara Libe - Carla Lima disse...

OI TEM SELINHO PARA VC EM MEU BLOG ..... BJOSSSSSSSS