Mensagens e Conto de páscoa



Mensagem de feliz Páscoa.

Que nesta Páscoa, você receba muitas bênçãos dos céus e encontre junto ao ninho do

coelhinho, além dos ovinhos embrulhadinhos, muita paz, muitas flores, muitas alegrias e muitas energias renovadas.

Que esta passagem traga realmente renascimento, amor, esperança e libertação!

Você é uma pessoa muito especial!
"Disse Jesus: Eu vim para que tenham vida e vida completa!" (João 10:10b)

Feliz páscoa!!




Páscoa é…

Páscoa é ser capaz de mudar,
É partilhar a vida na esperança,
É lutar para vencer toda sorte de sofrimento.

Páscoa é dizer sim ao amor e à vida,
É investir na fraternidade,
É lutar por um mundo melhor,
É vivenciar a solidariedade.

Páscoa é ajudar mais gente a ser gente,
É viver em constante libertação,
É crer na vida que vencer à morte.

Páscoa é renascimento, é recomeço,
É uma nova chance pra gente melhorar
As coisas que não gostamos em nós.

Para sermos mais felizes por conhecermos
A nós mesmos mais um pouquinho e vermos
Que hoje somos melhores do que fomos ontem.

Feliz Páscoa!!






Páscoa

Páscoa é renascimento...

É passagem...

É mudança e transformação...

É ser novo um mesmo ser

Que recomeça pela própria libertação.

Fica para trás uma vida cheia de poeira

E começa agora um novo caminhar

Cheio de luz, de fortalecimento,

Esperanças renovadas,

E um arco-íris rasga o céu

E parece balbuciar que Jesus ressurgiu

para nos provar que o amor

incondicional existe, assim como a vida eterna.

Feliz Páscoa!




Neste dia de Páscoa, gostaria de desejar a você muita paz e harmonia.

Que você tenha um reencontro consigo mesmo

e que as portas que Ele já abriu conduzam realmente a um caminho de muita luz,

renovação e libertação.



“Ninguém tem maior amor do que aquele que dá sua vida pelos que ama” (Jo 15, 13)

- disse Jesus.

E Ele assim fez.


Tempo de meditar, de buscar,
de agradecer, de plantar a paz.

Tempo de oração!!!

Tempo de abrir os braços, de abrir as mãos
e de ser mais irmão.

Tempo de recomeçar!

Tempo de concessão, de compromisso,
de salvação. Tempo de perdão.

Tempo de libertar, de libertação,
de passagem, de passar...

Para onde?
Para a luz, para o amor, para a vida que é eterna!

Tempo de Ressurreição!!!...





Conto de Páscoa

Sentado na beira da calçada, com um ovo de chocolate pequenino nas mãos, olhar sério, aquele menino pôs-se a imaginar. Havia muitas coisas que ele não entendia, por mais que tentasse.

Durante a semana toda, na escola, na rua, em casa, em todos os lugares só se ouvia falar de Páscoa, coelhinho e ovos de chocolate.

A professora até colocou Jesus no meio da história, mas só aumentou a sua confusão; ele não conseguia organizar o pensamento.
Jesus não é aquele que nasceu no Natal ?

Faz tão pouco tempo, e ele já morreu ??!!

Não, decididamente ele não entendia nada. Não sabia exatamente o que uma coisa tinha a ver com a outra.

Afinal de contas, porquê comemorar, se Jesus morreu ? Porquê os ovos de chocolate ?

E o coelho, o que ele faz nesta história ?

Complicado !

Separava somente as coisas que entendia, e sabia o que era.

Entendia que estava à espera de ganhar um ovo bem grande, daqueles que tinha visto na televisão, embrulhado num papel brilhante e com um laço de fita vermelha, que não veio, e ele sabia porquê:

O dinheiro não deu.

Ele sabia. Nem o seu pai e nem a sua mãe tinham prometido dar-lhe um ovo de páscoa; e ele sabia, também, que o coelhinho não o trazia para ninguém.
Então, como é que ele poderia satisfazer a sua vontade de comer chocolate ?

Como ia passar o domingo de páscoa sem comer um ovo ?

E a idéia veio assim, de repente ! Porque não ?

Foi até ao primeiro semáforo daquela movimentada avenida e, quando o sinal ficava vermelho ele lançava-se entre os carros e ia pedindo:

'Moço, dá-me um ovo de páscoa ?'

'Senhor, poderia me dar um ovo de páscoa ?'

'Moça, dá-me um ovo de chocolate ?'

Assim, ia pedindo e ouvindo as mais esfarrapadas respostas, quando alguém respondia.

Até que, enfim, parou um carro velho, todo manchado de ferrugem.

Dentro, um homem com cara de bravo... Ele tomou coragem, foi até lá e arriscou o mesmo pedido:

'Moço, eu quero um ovo de páscoa'.

E qual não foi sua surpresa quando aquele homem pegou, no banco do passageiro, um embrulhinho e lho estendeu pelo vidro.

'Obrigado'

E saiu em disparada.

De volta à sua calçada, ele olhou o ovinho e sorriu feliz.

Afinal, agora ele comemoraria a Páscoa.


2 comentários:

Cíntia Maciel disse...

Bom dia !

Só passei por aqui para te desejar um ótimo domingo !!!!!

Mil beijos

Andréa Brandão disse...

Obrigada por compartilhar.
Ótima semana.

Bjos